As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Portal Brasil - http://www.brasil.gov.br/
16/02/2017
Unidades de Conservacao receberam 8,3 milhoes de visitantes em 2016

Houve aumento em relação a 2015, quando foram registrados 8 milhões de turistas. Parque Nacional da Tijuca foi campeão, com 2,7 milhões de visitas

As Unidade de Conservação (UCs) federais receberam, em 2016, cerca de 8,3 milhões de visitantes. Houve aumento em relação ao ano anterior, que registrou 8 milhões de visitantes.

Segundo os gestores da Coordenação de Visitação do ICMBio, que divulgou o balanço nesta quarta (15), os resultados permitem o entendimento da importância das unidades de conservação como indutores do desenvolvimento econômico a partir do estímulo ao ecoturismo.

Os dados também ajudam a construir políticas mais sólidas de implementação das UCs e a identificar oportunidades de parcerias com a iniciativa privada, além de ajudar a compatibilizar o desenvolvimento das atividades de visitação com os esforços de conservação da biodiversidade.

A campeã de visitas foi o Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, que recebeu mais de 2,72 milhões de pessoas. Em seguida, vêm os parques nacionais do Iguaçu, no Paraná (1,56 milhões), de Jericoacoara, no Ceará (780 mil), e Fernando de Noronha, em Pernambuco (389 mil).

A quinta posição ficou com a Reserva Extrativista Marinha Arraial do Cabo, que iniciou no último ano um esforço de monitoramento do número de visitantes e passou a figurar na lista com mais de 382 mil visitantes.

O Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha também foi novidade entre as primeiras do ranking, com resultados atingidos a partir de melhorias nos seus protocolos de monitoramento dos turistas.

A lista das mais visitadas também inclui o Parque Nacional de Brasília, no Distrito Federal; a Área de Proteção Ambiental da Costa dos Corais, entre Alagoas e Pernambuco; a Floresta Nacional dos Carajás, no Pará; os parques nacionais da Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro; e da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso.

http://www.brasil.gov.br/meio-ambiente/2017/02/unidades-de-conservacao-r...