As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

O Liberal-Belem-PA
10/12/2001
Manejo sustentavel garante preservacao da Baia do Marajo

A preservação da Baía do Marajó já está garantida graças à criação, por um decreto presidencial, da Reserva Extrativista (Resex) Marinha de Soure. Os manguezais e a pesca artesanal do rico ecossistema da região deverão ganhar um plano de manejo sustentável, elaborado pelos moradores do local com apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A reserva tem 27.463,58 hectares e estende-se pelas áreas denominadas Manguezal de Soure e Manguezal do Rio do Saco.

O decreto de criação da Resex data de 22 de novembro deste ano, informa o Ibama. A medida vai assegurar o uso sustentável, a conservação dos recursos naturais renováveis e a cultura de sobrevivência da população extrativista do entorno da baía, onde moram cerca de 1,4 mil pessoas. Essas famílias têm um prazo de cinco anos para apresentar ao Ibama seu plano de manejo, segundo o Grupo de Trabalho Amazônico (GTA), que, através do Movimento dos Pescadores do Estado do Pará (Mopepa), reivindicava a criação da reserva.

As 23 reservas extrativistas do País - das quais sete são marinhas - são administradas pelo Centro Nacional de Desenvolvimento Sustentado das Populações Tradicionais (CNPT) do Ibama. Só a Amazônia tem 17 reservas; há ainda outras seis em Estados do Nordeste, Sul e Sudeste do País. No total, elas beneficiam 39.685 pessoas, que vivem do extrativismo manejado da borracha, castanha, copaíba, açaí, babaçu, pescados, crustáceos, caranguejo, uças, berbigões, óleos, resinas, e da pesca artesanal.

As reservas da Amazônia são: Alto Juruá, Alto Tarauacá, e Chico Mendes (AC); Rio Cajari (AP); Rio Ouro Preto, Barreiro das Antas, Rio Cautário, e Lago do Cuniã (RO); Extremo Norte (TO); Soure e Tapajós-Arapiuns (PA); Auti-Paraná, Baixo Juruá, e Médio Juruá (AM); e Quilombo do Flexal, Ciriáco e Mata Grande (MA). Na região Nordeste estão: Delta do Parnaíba (PI-MA); e Baía do Iguape e Ponta do Corumbau (BA). No Sul, está a reserva Pirajubaé (SC). No Sudeste, a Arraial do Cabo (RJ).

(-O Liberal-Belém-PA-10/12/01)