As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

A Tarde - http://atarde.uol.com.br
14/09/2012
Incendio destruiu 50 mil hectares na Serra da Canastra

O incêndio que já destruiu desde o dia 7 de setembro pelo menos 50 mil hectares(equivalente a 50 mil campos de futebol) do Parque Nacional da Serra da Canastra, no Sudoeste de Minas, está fora de controle, disse na tarde desta sexta-feira o chefe do parque, Darlan de Pádua.

Ele garante, porém, que a nascente de um dos principais rios brasileiros, o São Francisco, está preservada, embora o fogo tenha chegado hoje à região do alto da Cascad'anta, onde se localiza a primeira cachoeira do parque. "As equipes estão exaustas. Tudo dificulta o combate ao incêndio, o vento, o relevo, o tempo seco", disse Pádua.

Depois de ser considerado praticamente controlado na última quarta-feira, o incêndio retomou força na quinta-feira. As chamas transpuseram o Ribeirão Santo Antônio, no norte do parque, que corre para o rio Araguari. "Enquanto combatíamos esse incêndio surgiram outros, no lado oposto do chapadão, a quilômetros dali, que avançaram para a parte alta da cachoeira Cascad'anta", relatou o diretor, sem esconder o cansaço.
O Parque tem área total de 70 mil hectares, onde estão cachoeiras que variam de 100 a 300 metros de altura e uma rica fauna e espécies características da fauna brasileira, como o tamanduá-bandeira, o lobo-guará, o veado campeiro, ema e pato-mergulhão.

Caparaó

Nesta sexta-feira, cerca de 30 homens dos 80 homens que ajudavam no combate ao incêndio na Serra da Canastra se deslocaram para ajudar no combate às chamas em outro parque nacional, o do Caparaó. Com 31,8 mil hectares de extensão, está situado entre os estados do Espírito Santo (78% da área) e de Minas Gerais (22%) - 270 km de Vitória e 335 km de Belo Horizonte. De acordo com um funcionário do parque, o fogo continua, embora em menor proporção. Cerca de 60 hectares já viraram cinzas. Outras três unidades de conservação federais e dez unidades estaduais combatem focos de incêndio em Minas Gerais. O aumento da nebulosidade nesta sexta-feira trouxe esperança de chuva em várias regiões do Estado.

http://atarde.uol.com.br/brasil/materias/1453538-incendio-destruiu-50-mi...